18 de Outubro de 2017 / às 15:05 / em 2 meses

Cade veta acordo entre JBJ e Mataboi

BRASÍLIA (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) vetou por unanimidade nesta quarta-feira a compra da processadora de carnes Mataboi Alimentos pela JBJ Agropecuária, em mais um revés contra a bilionária família Batista.

Wesley Batista, presidente da JBS, maior processadora de carnes do mundo, deixa sede da Polícia Federal para dar depoimento à Justiça Federal em São Paulo, Brasil 13/09/2017 REUTERS/Leonardo Benassatto

A JBJ é propriedade de José Batista Jr., cujos irmãos controlam a maior processadora de carnes do mundo, a JBS, através da holding J&F Investimentos.

Os laços familiares de Batista Jr. teriam permitido que a JBJ trocasse informações valiosas com a JBS e coordenasse decisões estratégicas para sufocar a concorrência, argumentou o conselho.

A análise está alinhada com a superintendência-geral do Cade, que em setembro alertou sobre os riscos, apesar da falta de laços formais entre ambas a JBS e a Mataboi, quarta maior processadora de carnes do Brasil.

Batista Jr. vendeu suas ações na J&F para seus irmãos Joesley e Wesley em 2013. Dois anos depois, a JBJ concordou em comprar a totalidade da Fratelli Dorazio Investimentos, como a proprietária do Mataboi era então conhecida, por um valor não revelado.

A decisão é um novo revés contra os esforços da família Batista para se fortalecer após um escândalo de corrupção, cinco meses após Joesley e Wesley terem admitido subornos a quase 2 mil políticos.

Por Bruno Federowski

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below