20 de Outubro de 2017 / às 14:29 / um mês atrás

Vendas trimestrais da P&G decepcionam

(Reuters) - A gigante dos bens de consumo Procter & Gamble reportou nesta sexta-feira lucro trimestral acima do esperado, mas as vendas ficaram um pouco abaixo das estimativas de Wall Street.

As vendas líquidas subiram para 16,65 bilhões de dólares, ante 16,52 bilhões de dólares no mesmo período do ano anterior, pouco abaixo das expectativas dos analistas de 16,69 bilhões de dólares, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

A empresa, que abriga mais de 60 marcas, viu maiores vendas de produtos de beleza, amaciantes de tecidos e sabão para roupa. O negócio de beleza, que tem a marca Olay, cresceu 5 por cento, impulsionado pela crescente popularidade de seus produtos de pele SK-II na Ásia.

A empresa manteve previsões para vendas orgânicas do ano e de lucros ajustados, apesar do impacto de 100 milhões de dólares causado pelos furacões que atingiram os Estados Unidos.

A P&G espera que as vendas orgânicas aumentem de 2 para 3 por cento no ano fiscal que termina em 30 de junho, e crescimento do lucro por ação de 5 a 7 por cento.

O lucro líquido atribuído à empresa aumentou para 2,85 bilhões de dólares ou 1,06 dólar por ação no trimestre encerrado em 30 de setembro, ante 2,71 bilhões de dólares, ou 0,96 dólar por ação, no mesmo período do ano anterior.

Excluindo itens, a empresa ganhou 1,09 dólar por ação, superando a estimativas médias de analistas em 0,01 dólar, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

Por Siddharth Cavale

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below