20 de Outubro de 2017 / às 20:14 / um mês atrás

CSN prevê captação externa na virada do ano e redução da alavancagem à metade em 2018

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente-executivo e chairman da siderúrgica CSN, Benjamin Steinbruch, disse nesta sexta-feira que a companhia planeja fazer uma captação com bônus no mercado internacional, dentro dos esforços para melhorar o perfil de endividamento.

“Pensamos em fazer uma captação no mercado internacional entre o final deste ano e o início de 2018”, disse o executivo à Reuters, às margens de evento sobre o Jockey Club de São Paulo, órgão do qual é presidente do conselho.

Steinbruch disse também ver uma melhora do cenário para a negociar a venda de ativos não essenciais para a CSN. A companhia chegou a ser alvo de especulações em meses anteriores de que estaria negociando se desfazer de alguns ativos para reduzir endividamento. Mas as negociações não foram adiante, diante de preços não atrativos oferecidos por potenciais compradores.

“O cenário recente melhorou e as negociações para vendas de ativos, também”, disse Steinbruch, sem dar mais detalhes.

No balanço auditado mais recente da companhia, o do terceiro trimestre de 2016, a dívida líquida consolidada da CSN era de 25,84 bilhões de reais e alavancagem medida pela relação dívida líquida/Ebitda estava em 7,4 vezes.

“Nossa meta é reduzir essa relação para 3,5 vezes; já era para termos conseguido fazer isto neste ano, mas devemos fazer em 2018”, disse o executivo.

Para Steinbruch, o melhor ambiente econômico no Brasil e no exterior, especialmente por causa da China, também deve ajudar a CSN a elevar preços do aço, com as receitas adicionais também potencialmente ajudando a reduzir a dívida.

A CSN não divulgou os resultados auditados dos últimos três trimestres, enquanto tenta ajustar dados contábeis referentes à sua operação Congonhas Minérios.

Uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da Congonhas Minérios está em discussão, disse Steinbruch, mas não deve acontecer no curto prazo.

O executivo deixou a coletiva sobre anúncio de revitalização do Jockey Club de São Paulo para participar de reunião do conselho de administração da CSN. O encontro pode dar aval aos relatórios financeiros atrasados da companhia, que poderiam ser divulgados ainda nesta sexta-feira, disse ele.

As ações da CSN encerraram nesta sexta-feira em alta de 3 por cento, a 10,16 reais. O Ibovespa teve alta de 0,14 por cento.

Por Aluísio Alves

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below