October 23, 2017 / 1:49 PM / 3 months ago

Bovespa recua em sessão de agenda vazia e de olho em política

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava no vermelho nesta segunda-feira, com investidores preferindo a cautela em dia de agenda econômica esvaziada e de olho no cenário político local.

Às 11:39, o Ibovespa caía 0,41 por cento, a 76.076 pontos. O giro financeiro era de 1,3 bilhão de reais.

A votação em plenário da Câmara dos Deputados da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer está prevista para quarta-feira, e o mercado aguarda a conclusão desta etapa para avaliar qual o capital político que o governo terá para avançar sua agenda de reformas, principalmente a da Previdência.

“Se o placar pró-Temer for ‘gordo’, a probabilidade de uma reforma da Previdência aprovada ainda em 2017 ganha corpo, e vice-versa”, escreveu a equipe a corretora H.Commcor, em nota a clientes.

O cenário internacional também segue favorável aos movimentos mais contidos dos investidores, enquanto espera-se a decisão sobre quem será o novo comandante do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos.

DESTAQUES

- BRADESCO PN caía 0,47 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN perdia 0,64 por cento, ajudando a pressionar o Ibovespa, devido ao peso desses papéis em sua composição. BANCO DO BRASIL ON recuava 1,41 por cento, enquanto SANTANDER UNIT tinha variação negativa de 0,17 por cento.

- VALE ON operava perto da estabilidade, com variação negativa 0,06por cento, na contramão do movimento dos contratos futuros do minério de ferro na China, que subiram nesta segunda-feira.

- COPEL PNB recuava 1,9 por cento, entre as maiores perdas do índice, após acumular alta de 3,14 por cento nos dois pregões anteriores.

- PETROBRAS PN tinha alta de 0,12 por cento e PETROBRAS ON subia 0,18 por cento, acompanhando o movimento dos preços do petróleo no mercado internacional.

- JBS ON tinha alta de 0,25 por cento, tendo como pano de fundo as mudanças anunciadas pela empresa em seu conselho de administração, além da retomada de atividades de compra e abate em suas sete unidades de carne bovina no Mato Grosso do Sul.

- OI ON caía 1,49 por cento e OI PN recuava 4,72 por cento, após a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) negar acordo para conversão de multas da operadora de telefonia em investimentos e também depois do adiamento da assembleia de credores da companhia que aconteceria nesta segunda-feira, para 6 de novembro. As ações não fazem parte do Ibovespa.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below