24 de Outubro de 2017 / às 09:35 / 25 dias atrás

Crescimento do setor privado da zona do euro desacelera em outubro mas permanece forte, mostra PMI

LONDRES (Reuters) - O crescimento do setor privado da zona do euro desacelerou com mais força do que o esperado em outubro, mostrou nesta terça-feira a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês), mas permaneceu forte embora as empresas tenham elevado os preços à taxa mais acentuada em mais de seis anos.

O PMI Composto preliminar do IHS Markit para a zona do euro caiu para 55,9 de 56,7 em setembro, mas ainda acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

A leitura de outubro ficou abaixo de todas as projeções em pesquisa da Reuters, cuja mediana era de uma queda modesta para 56,5, mas ainda muito acima da média recente.

“França e Alemanha foram os condutores do crescimento. Fora disso a taxa de expansão diminuiu um pouco, mas ainda foi sólida”, disse Andrew Harker, diretor associado do IHS Markit.

O crescimento robusto se deu em meio ao aumento dos preços pelas empresas. O índice de preços de produção subiu para 53,3 de 52,7, nível mais alto desde junho de 2011.

O PMI do setor de serviços caiu para 54,9 em outubro de 55,8, abaixo de todas as expectativas em pesquisa da Reuters cuja mediana apontava para 55,6.

Já o crescimento do setor industrial acelerou e o PMI atingiu 58,6 no período, contra 58,1 em setembro, nível mais alto desde fevereiro de 2011 e ante expectativa de 57,8.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below