25 de Outubro de 2017 / às 14:37 / um mês atrás

Bovespa perde força e opera sem viés firme, de olho na votação de denúncia contra Temer

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista perdia fôlego e oscilava entre leves altas e baixas nesta quarta-feira, com a cautela diante do cenário político local ofuscando o otimismo com resultados corporativos positivos.

Às 12:34, o Ibovespa caía 0,14 por cento, a 76.246 pontos. O giro financeiro era de 2,7 bilhões de reais.

A Câmara dos Deputados abriu nesta manhã a sessão para votar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer e o mercado está de olho no placar para ajustar as apostas sobre o apoio que o governo terá para sua agenda de reformas, principalmente a da Previdência.

Wall Street também ajudava o tom negativo, com o S&P 500 em baixa de 0,34 por cento e o Dow Jones recuando 0,21 por cento.

As ações da Vale caíam 0,98 por cento e figuravam entre as maiores pressões negativas do Ibovespa, devido ao peso dos papéis em sua composição.

De olho nos resultados trimestrais e ajudando o tom positivo, Lojas Renner subia 0,78 por cento e Weg avançava 1,12 por cento.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below