27 de Outubro de 2017 / às 16:20 / em um mês

EXCLUSIVO-Secretário da Opep diz que falas de Arábia Saudita e Rússia acabam com incertezas antes de reunião

LONDRES (Reuters) - Não há mais incertezas antes da próxima reunião de políticas da Opep, com Arábia Saudita e Rússia declarando seu apoio à extensão do acordo global para redução da produção por mais nove meses, disse o secretário-geral da Opep à Reuters nesta sexta-feira.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo, junto com a Rússia e outros nove produtores, reduziram a produção em cerca de 1,8 milhão de barris por dia para acabar com um excesso de oferta. O pacto é válido até março de 2018, e as nações estão considerando estendê-lo.

O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman, disse esta semana que era a favor da extensão do período do acordo para mais nove meses, seguindo observações semelhantes feitas pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, em 4 de outubro.

“A Opep saúda a diretriz clara do príncipe herdeiro da Arábia Saudita sobre a necessidade de atingir mercados de petróleo estáveis e sustentá-los para além do primeiro trimestre de 2018”, disse à Reuters o secretário-geral da Opep, Mohammad Barkindo, nos bastidores de uma conferência.

“Junto com a declaração do presidente Putin, isso acaba com as incertezas a caminho de Viena, em 30 de novembro.”

Por Alex Lawler

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below