27 de Outubro de 2017 / às 16:35 / em um mês

Ministro diz que governo discutirá continuidade do modelo de partilha do pré-sal

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O modelo de partilha do pré-sal tem sido bem aceito pelas empresas, é “exitoso” e respondeu “positivamente” a ajustes, mas o governo vai discutir “amplamente” se tal modelo continuará ou não, disse nesta sexta-feira o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

As declarações foram dadas após as 2ª e 3ª Rodadas do pré-sal, realizadas no Rio de Janeiro, que garantiram ao governo bônus de 6,15 bilhões de reais, fora o percentual em óleo.

Já segundo o diretor-geral da ANP, Decio Oddone, o Estado de São Paulo conseguirá produzir mais de 1 milhão de barris por dia (bpd) de petróleo na próxima década graças ao resultado do leilão.

Ele acrescentou que as duas áreas que não foram arrematadas no certame (Pau Brasil e Sudoeste de Tartaruga Verde) voltarão a ser oferecidas “em algum momento”, mas não deu prazo.

Por Marta Nogueira; Rodrigo Viga Gaier, Alexandra Alper, Luciano Costa e Simon Webb

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below