7 de Novembro de 2017 / às 23:09 / em 14 dias

Política monetária não vai olhar decisões legislativas de curto prazo, diz Ilan

MONTEVIDÉU (Reuters) - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta terça-feira que as decisões de política monetária se baseiam em efeitos de longo prazo da agenda de reformas e não em questões de curto prazo no Congresso Nacional.

“A política monetária não vai olhar as questões de curto prazo das decisões legislativas, o que nos importa é que as contas públicas estejam em ordem”, afirmou Ilan, durante evento na capital uruguaia.

O presidente do BC também defendeu que congressistas aprovem a reforma da Previdência nos próximos meses, enquanto os mercados globais estão favoráveis e de modo a minimizar riscos para o ano que vem. [nE6N1L8070]

O chefe da autoridade monetária avaliou ainda que o sistema de câmbio flutuante adotado pelo Brasil reduz impactos da volatilidade cambial nas expectativas de inflação de longo prazo.

Reportagem de Malena Castaldi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below