8 de Novembro de 2017 / às 17:51 / 12 dias atrás

Setor financeiro pesa nas bolsas europeias com menores esperanças sobre pacote tributário de Trump

(Reuters) - O setor financeiro pressionou as ações europeias nesta quarta-feira uma vez que as dúvidas em relação aos planos de reforma tributária dos Estados Unidos afetaram a confiança dos investidores.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,01 por cento, a 1.552 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,05 por cento, a 394 pontos.

“O que temos visto nos últimos 12 meses são muitas evidências de reações contra a globalização, hostilidade e controvérsia, mas muito pouco no caminho da política fiscal”, disseram analistas do Deutsche Bank em nota.

O setor bancário italiano e os empréstimos inadimplentes também estiveram em foco. O movimento do Creval para aumentar o caixa para cobrir dívidas incobráveis levou os investidores a venderem as ações dos pares domésticos do credor em meio às preocupações de que também possam precisar de novos capitais.

As ações da Creval caíram 30 por cento. O Banco BPM, terceiro maior banco da Itália, e BPER Banca caíram 7,5 por cento e 4,4 por cento, respectivamente.

O setor bancário recuou 0,11 por cento, seguindo a queda do setor financeiro em Wall Street, que foi pressionado em parte pelo ceticismo em torno do esperado plano republicano para reduzir os impostos corporativos.

As ações do Credit Agricole também caíram depois de divulgar lucro mais fraco. O banco francês disse que as operações fracas limitaram os lucros do terceiro trimestre, levando suas ações a caírem em torno de 3 por cento.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 0,01 por cento, a 1.551 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,22 por cento, a 7.529 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,02 por cento, a 13.382 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,17 por cento, a 5.471 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,57 por cento, a 22.831 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,02 por cento, a 10.228 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,40 por cento, a 5.330 pontos.

Por Helen Reid e Julien Ponthus

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below