8 de Novembro de 2017 / às 22:56 / em 15 dias

Bancos públicos credores da Oi pedem adiamento da assembleia de credores, diz fonte

BRASÍLIA (Reuters) - Os bancos públicos credores da Oi, como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, pediram à Justiça novo adiamento da assembleia de credores da Oi, marcada para sexta-feira, disse à Reuters uma fonte do governo a par do assunto.

Segundo essa fonte, o adiamento tem como objetivo ganhar tempo para que o grupo de trabalho do governo liderado pela Advocacia-Geral da União (AGU) conclua sua proposta para equacionar a dívida da Oi com entes públicos, como os bancos e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A ministra da AGU, Grace Mendonça, recebeu nesta quarta-feira em Brasilia o juiz encarregado da recuperação judicial da Oi, Fernando Viana.

Segundo uma outra fonte do governo próxima das negociações, o juiz ficou confiante no trabalho liderado pela AGU.

Se o adiamento for confirmado, uma opção seria realizar a assembleia na data programada para a segunda chamada, dia 27 de novembro, ainda mais levando-se em conta que a ministra Grace Mendonça deve estar for de Brasília na semana que vem.

Mais cedo nesta quarta, a Anatel havia informado que a Oi pediu prazo adicional de sete dias para mostrar que a aprovação e execução de proposta de apoio ao plano de recuperação judicial, conhecida como PSA, não oferece riscos à continuidade dos serviços da empresa.

Por Leonardo Goy

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below