9 de Novembro de 2017 / às 17:58 / em 12 dias

Índices acionários europeus recuam pressionados por resultados corporativos

LONDRES (Reuters) - Os principais índices acionários europeus fecharam em queda nesta quinta-feira, pressionados por uma série de resultados corporativos do terceiro trimestre, inclusive da gigante industrial Siemens, que levou os investidores a realizarem lucros de um mercado ainda negociando perto das máximos de dois anos.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 1,09 por cento, a 1.535 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,11 por cento, a 390 pontos.

“Minha impressão é de existe um certo tipo de ceticismo que está um pouco mais presente na Europa, conforme os principais condutores dos mercados, com destaque para (as questões dos Estados Unidos), perdem força”, disse o operador do Saxo Bank Pierre Martin.

Ele se refere a apostas em aumento dos juros, da inflação e das ações nos EUA depois que Donald Trump venceu a eleição presidencial no país há um ano.

Martin acrescentou que os investidores ainda estão digerindo os resultados corporativos desta temporada e encontram dificuldade para se posicionar sem nenhum catalisador para impulsionar o mercado de novo.

Os papéis da Siemens caíram 3,7 por cento. A empresa alemã apresentou uma queda pior do que a esperada de 10 por cento no lucro industrial trimestral e sinalizou um ano difícil à frente, com a reestruturação de seus negócios de turbinas e energia eólica.

A Vestas, maior fabricante de turbinas de vento do mundo, registrou perdas de quase 20 por cento depois de reduzir sua perspectiva para a margem de lucros em 2017.

A marca de luxo britânica Burberry foi outra que apresentou perdas, de quase 10 por cento, após os resultados do primeiro semestre, enquanto a Hikma Pharmaceuticals caiu 4 por cento depois de reduzir a perspectiva de receita para este ano para seu negócio de genéricos pela terceira vez.

Por outro lado, as ações de bancos italianos tinham ganhos após as perdas registradas na quarta-feira diante de preocupações com empréstimos inadimplentes.

O BPER Banca subiu quase 10 por cento após o sexto maior banco italiano dizer que seu capital principal se fortaleceu no terceiro trimestre e descartar buscar investidores para conseguir dinheiro.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,61 por cento, a 7.484 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 1,49 por cento, a 13.182 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,16 por cento, a 5.407 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,83 por cento, a 22.641 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,86 por cento, a 10.141 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,15 por cento, a 5.321 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below