November 27, 2017 / 1:40 PM / a year ago

Desinvestimentos da Petrobras voltarão a ganhar ritmo após venda de Azulão, diz Parente

Presidente da Petrobras, Pedro Parente, durante evento no Rio de Janeiro 27/09/2017 REUTERS/Bruno Kelly

SÃO PAULO (Reuters) - O plano de parcerias e desinvestimentos da Petrobras deve voltar a ganhar ritmo agora, após a companhia anunciar na semana passada a venda para a elétrica Eneva do campo de Azulão, o primeiro negócio fechado no biênio 2017-2018, disse nesta segunda-feira o presidente da estatal, Pedro Parente.

O executivo afirmou que o plano —que busca levantar 21 bilhões de dólares no biênio— sofreu algum atraso, devido a exigências do Tribunal de Contas da União (TCU).

“Tivemos que recomeçar do zero. Agora, estamos começando a adquirir ‘momentum’ novamente, concluímos a primeira transação. E a verdade é que começamos e temos aí anunciadas diversas iniciativas”, disse Parente, ao participar de evento da Associação Comercial de São Paulo.

Ele afirmou ainda que os ativos da Petrobras na África, colocados à venda recentemente, atraem “um grande interesse” no mercado.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below