November 30, 2017 / 11:59 AM / 8 months ago

Credit Suisse visa mais cortes de gastos e fixa metas para 2019 e 2020

ZURIQUE (Reuters) - O Credit Suisse anunciou nesta quinta-feira planos de reduzir custos além de 2018, com o presidente-executivo Tidjane Thiam promovendo uma renovação do banco suíço que a companhia diz que será concluída no ano que vem.

Em comunicado divulgado antes de encontro com investidores, o Credit Suisse informou que visa um retorno sobre o patrimônio tangível de 10 a 11 por cento em 2019, e de 11 a 12 por cento em 2020.

É a primeira-vez que tais metas foram anunciadas desde a reestruturação de Thiam - que mudou o foco do banco para a gestão de fortunas, focando menos no volátil segmento de banco de investimento - iniciada em 2015, e representa um grande aumento ante o retorno de 4,1 por cento divulgado nos primeiros 9 meses de 2017.

O banco confirmou as metas de 2018 para todas as unidades.

Por Brenna Hughes Neghaiwi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below