7 de Dezembro de 2017 / às 09:27 / 9 dias atrás

Presidente do BC do Japão sinaliza chance de elevar juros

TÓQUIO (Reuters) - O presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, destacou a necessidade de olhar para o impacto que a política monetária tem sobre o sistema bancário e disse que mudanças na economia podem provocar uma alta nas metas de rendimentos do banco, oferecendo o sinal mais forte até agora de que pode se afastar de seu programa de estímulo.

Presidente do banco central do Japão, Haruhiko Kuroda, durante conferência em Frankfurt, na Alemanha 14/11/2017 REUTERS/Kai Pfaffenbach

Kuroda afirmou que embora seja prematuro debater detalhes específicos agora, a comunicação futura do Banco do Japão irá focar em como sair do afrouxamento quantitativo sem afetar os mercados financeiros.

“No momento, avaliamos a forma atual da curva de rendimento como apropriada”, embora isso possa mudar dependendo do desempenho da economia e dos mercados, bem como a política frouxa do banco centra afeta o sistema bancário do Japão.

“De acordo com tais mudanças, vamos avaliar onde nossas metas de juros de curto e longo prazos deveriam estar para criar uma forma apropriada para a curva de rendimento”, disse ele, sugerindo que o foco do banco central está agora em quando reduzir, e não aumentar, seu programa de estímulo.

Segundo a estrutura de política monetária adotada no ano passado, o Banco do Japão guia os juros de curto prazo em -0,1 por cento e o rendimento do título governamental de 10 anos em torno de zero por cento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below