December 13, 2017 / 11:05 PM / 8 months ago

Reunião da OMC termina em impasse após críticas dos EUA

BUENOS AIRES (Reuters) - A reunião bienal da Organização Mundial do Comércio (OMC) encerrou em impasse nesta quarta-feira após críticas dos Estados Unidos e vetos de países membros, levantando questões sobre a habilidade do órgão de dirigir o cada vez mais disputado comércio global.

Não havia expectativa que os ministros do Comércio reunidos em Buenos Aires acertassem grandes reformas comerciais, mas até mesmo propostas menores sobre e-commerce e cortes de subsídio à pesca foram por terra.

“Nós não alcançamos nenhum resultado multilateral”, disse a comissária de Comércio da União Europeia, Cecilia Malmstrom, durante uma coletiva de imprensa. “A triste realidade é que nós não concordamos nem mesmo a parar de subsidiar a pesca ilegal.”

Ela disse que a reunião deixou clara as deficiências do sistema de negociação da OMC, que requer unanimidade entre todos os 164 países membros.

Ela disse que os Estados Unidos eram parcialmente culpados, mas que outros países também impediram os progressos.

O diretor-geral da OMC, Roberto Azevedo, acrescentou que os membros do órgão precisavam fazer alguma “busca real de alma” sobre o caminho a seguir e perceber que não podem ter tudo o que querem.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below