December 15, 2017 / 7:23 PM / a year ago

Canadense CPPIB planeja novos aportes no Brasil após acordo com Votorantim

SÃO PAULO (Reuters) - O CPPIB, maior fundo de pensão do Canadá, planeja novos investimentos bilionários em infraestrutura no Brasil nos próximos anos após firmar uma joint venture com a Votorantim Energia com foco em renováveis, disse um alto executivo para a América Latina nesta sexta-feira.

Com a parceria 50/50 entre o Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB) e o braço de energia do conglomerado Votorantim, anunciada nesta sexta-feira, os dois grupos deverão investir nos próximos anos mais de 3 bilhões de reais em energia renovável no país.

Todavia, o CPPIB está de olho também em outros setores, como saneamento, afirmou à Reuters Ricardo Szlejf, head de infraestrutura do fundo na América Latina.

“Já temos investimento em infraestrutura no Chile, Peru e México (na América Latina), e este (acordo com a Votorantim) é o primeiro investimento no Brasil, estamos inaugurando... no setor de energia renovável, que é um dos que a gente considera o mais atraente”, afirmou o executivo.

Mas “o Brasil é grande e importante, e temos acompanhado oportunidades em outros setores”, acrescentou ele, lembrando que o fundo já investe em portos, linhas de transmissão, gasodutos e distribuição de energia em outras partes do mundo.

O fundo já tem investimentos de 5 bilhões de dólares em infraestrutura na América Latina.

Com a parceria com a Votorantim, o executivo ressaltou que o fundo está estudando também investimentos em outras fontes de geração de energia, além da eólica —o foco do investimento inicial, marcado pela compra de dois projetos no Nordeste.

O executivo afirmou que as futuras aquisições podem envolver empreendimentos hidrelétricos e solares, “tanto projetos em desenvolvimento quanto aquisição de ativos em operação”.

E não descartou novos negócios com a própria Votorantim.

“É uma possibilidade... A Votorantim é um dos maiores investidores em geração, e a gente poderia sim contemplar, tanto ativos que fazem parte do grupo quanto novos ativos...”

A Votorantim Energia é a segunda maior comercializadora de energia do Brasil e opera 23 usinas hidrelétricas, sete parques eólicos e nove consórcios, com uma capacidade total de 2,2 GW.

O ACORDO

O CPPIB fará aporte inicial de aproximadamente 690 milhões de reais na joint venture, que anunciou a aquisição do projeto eólico Ventos do Araripe III, localizado na divisa do Piauí e Pernambuco, com capacidade instalada de aproximadamente 359 megawatts.

No acordo, a Votorantim Energia ainda transferiu para a joint venture o parte Ventos do Piauí I, localizado no Piauí, com capacidade de aproximadamente 206 megawatts de energia.

O anúncio da parceria do fundo canadense com a Votorantim nesta sexta-feira confirmou reportagem da Reuters publicada em outubro, com base em fontes com conhecimento do assunto, que apontaram para negociações entre as empresas.

O movimento evidencia o crescente interesse estrangeiro na indústria de energia do Brasil, especialmente de renováveis, à medida que o país tenta impulsionar a contratação de usinas eólicas e solares e deixa de lado uma política que nos últimos anos priorizou grandes hidrelétricas.

“O Brasil é muito competitivo em renováveis, principalmente em energia eólica. Tem bom fator de capacidade, terras disponíveis e também um marco regulatório bom; leilões organizados e bons retornos com risco baixo”, declarou o executivo.

Ele comentou que o fundo tem visão de longo prazo, e incertezas relacionadas às eleições em 2018, por exemplo, não são motivos mudanças de planos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below