21 de Dezembro de 2017 / às 18:32 / em um mês

Mercados acionários europeus sobem antes de resultado eleitoral catalão

(Reuters) - As financeiras lideraram a alta das bolsas europeias nesta quinta-feira, num movimento de reversão das perdas de mais cedo em uma resposta fraca à aprovação no Congresso dos Estados Unidos da proposta de reforma tributária, enquanto a votação na Catalunha permanecia em foco.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,66 por cento, a 1.538 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,6 por cento, a 391 pontos. O giro, no entanto, estava mais fraco.

Os ganhos foram disseminados, com praticamente todos os setores terminando em território positivo. As ações do setor de saúde, de consumo essenciais e financeiras tiveram os melhores desempenhos, enquanto energia e matérias-primas também ajudaram.

David Madden, analista de mercado na CMC Markets no Reino Unido, citou investidores liquidando suas posições antes do feriado de Natal.

O índice espanhol IBEX subiu 1 por cento, com os investidores deixando de lado as tensões com as eleições regionais na Catalunha, na Espanha.

O governo espanhol espera que a eleição regional na Catalunha retire os partidos que apoiam a independência do controle do parlamento catalão.

Já a reforma tributária norte-americana de 1,5 trilhão de dólares, que tem sido um foco para os mercados de ações neste ano, viu sua aprovação final em grande parte ter sido ignorada pelas ações europeias.

“À medida que as pessoas avaliam e descobrem quais empresas vão se beneficiar (da reforma tributária) e as companhias começam a falar sobre isso, acho que veremos movimentos maiores nos preços das ações”, disse o gerente de carteira da Amundi Pioneer Asset Management John Carey.

A Steinhoff, atingida por um escândalo, teve uma sessão volátil, terminando em alta de 0,7 por cento depois de cair 17 por cento mais cedo na sessão.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,66 por cento, a 1.537 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,05 por cento, a 7.603 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,31 por cento, a 13.109 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,62 por cento, a 5.385 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,59 por cento, a 22.240 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,95 por cento, a 10.304 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,19 por cento, a 5.396 pontos.

Por Julien Ponthus e Kit Rees

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below