December 22, 2017 / 4:39 PM / in 8 months

Thyssenkrupp poderia reduzir pela metade sua participação em joint venture com Tata Steel

FRANKFURT (Reuters) - A Thyssenkrupp poderia reduzir pela metade a sua participação em uma joint venture europeia planejada com a Tata Steel se o empreendimento abrir capital no final de 2024, informou nesta sexta-feira um membro do conselho do grupo industrial alemão.

As duas empresas se comprometeram a manter participações iguais nos primeiros seis anos da joint venture, disse o diretor de pessoal da Thyssenkrupp, Oliver Burkhard, à jornalistas em uma teleconferência.

No caso de uma listagem no mercado de ações, elas devem manter pelo menos uma participação de 50,1 por cento, disse ele, o que significa que a Thyssenkrupp poderia reduzir sua participação para 25,05 por cento.

Na quinta-feira, a Thyssenkrupp chegou a um acordo com seus funcionários para garantir empregos e fábricas de aço, uma condição fundamental para a joint venture, que criará a segunda maior siderúrgica da Europa, que deve iniciar operações em 2018.

O acordo, que ainda precisa ser aprovado pelos membros da IG Metall, não prevê demissões forçadas ou fechamentos de estruturas importantes até 30 de setembro de 2026, disseram representantes sindicais e a empresa. A IG Metall, sindicato mais poderoso da Alemanha, emitirá seus votos entre 13 de janeiro e 2 de fevereiro.

Por Christoph Steitz

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below