December 28, 2017 / 3:09 PM / 7 months ago

Bovespa avança no último pregão de 2017 acompanhando exterior e com baixa liquidez

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava em alta nesta quinta-feira, espelhando o bom humor observado nos mercados internacionais em meio à baixa liquidez que marcava o último pregão de 2017.

Às 13:02, o Ibovespa subia 0,41 por cento, a 76.384 pontos. O giro financeiro somava 1,53 bilhão de reais.

O indicador ampliava os ganhos da véspera, quando subiu apoiado em ações de empresas ligadas ao consumo, especialmente as varejistas.

Na avaliação de operadores, dados econômicos mais positivos no Brasil contribuíam para o maior apetite por risco e a entrada de capital estrangeiro na bolsa paulista nesta quinta-feira.

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) terminou 2017 com deflação pela primeira vez em oito anos diante da queda dos preços no atacado, acumulando um recuo de 0,52 por cento no ano, ante alta de 7,17 por cento em 2016, conforme a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Separadamente, a FGV informou que a confiança da indústria no país fechou 2017 em 99,6 pontos, no melhor nível em quase quatro anos.

Dados fiscais de novembro divulgados pelo Banco Central também reforçavam o otimismo entre os investidores, embora persistisse a cautela quanto ao possível rebaixamento da nota de crédito do Brasil por agências de classificação de risco, comentou o analista Vitor Suzaki, da Lerosa Investimentos.

Menos movimentado neste fim de ano, o noticiário político também continuava no radar, com participantes do mercado acompanhando de perto as articulações do governo para aprovar a reforma da Previdência, em votação prevista para fevereiro.

DESTAQUES

- SMILES ON subia 3,71 por cento, tendo o melhor desempenho entre as ações do Ibovespa, após anúncio de que a empresa pagará 0,6 por cento a menos pelas passagens adquiridas da Gol a partir de 1º de janeiro, no âmbito de um contrato assinado há cinco anos entre as empresas.

- ITAÚ UNIBANCO PN tinha valorização de 0,42 por cento, contribuindo para o viés de alta do Ibovespa, dado o seu peso na composição do índice. Entre os destaques estava a notícia de que a Superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu recomendar aprovação “condicionada” da compra pelo banco de uma fatia de 49,9 por cento da XP Investimentos, a maior corretora de valores independente do Brasil.

- PETROBRAS PN avançava 0,44 por cento, e PETROBRAS ON ganhava 0,72 por cento, contrariando a fraqueza dos preços internacionais do petróleo, depois que a estatal informou ter realizado o pré-pagamento de 28,2 bilhões de dólares em dívidas ao longo de 2017.

- VALE ON subia 0,60 por cento, na esteira do avanço das cotações do minério de ferro na China.

- CCR ON tinha alta de 0,37 por cento, após o Tribunal de Contas da União (TCU) suspender em caráter cautelar reabertura do aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte (MG), para voos entre Estados, decisão recebida “com otimismo” pela operadora de concessões de infraestrutura.

- GENERAL SHOPPING ON, que não compõe o Ibovespa, saltava 17,55 por cento, reagindo à venda do Internacional Shopping Guarulhos, um dos principais ativos em seu portfólio, para o grupo israelense Gazit.

- LOCALIZA ON cedia 1,57 por cento, entre os destaques negativos do Ibovespa, depois que a rival Locamerica anunciou acordo para incorporação da totalidade das ações da Unidas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below