January 17, 2018 / 2:18 PM / a year ago

Bovespa sobe e retoma 80 mil pontos com fluxo e de olho em noticiário corporativo

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava no azul nesta quarta-feira, recuperando os 80 mil pontos, conforme segue o viés favorável amparado no forte fluxo de investimento estrangeiro, em sessão que tinha ainda um noticiário corporativo mais movimentado.

A sessão é marcada ainda por vencimento de opções sobre o Ibovespa, o que pode adicionar alguma volatilidade aos negócios.

Às 12:12, o Ibovespa subia 0,43 por cento, a 80.173 pontos. O giro financeiro era de 1,87 bilhão de reais.

Na véspera, o índice rompeu o patamar dos 80 mil pontos pela primeira vez, mas não o sustentou até o fechamento, com investidores encontrando oportunidades para ajustes.

A perspectiva de recuperação econômica no Brasil, em meio a juros baixos, mantém o viés favorável para o mercado acionário, que segue alvo ainda de forte fluxo de investimento estrangeiro. Este movimento também vem ajudando a segurar as tentativas de ajuste no índice. Apenas até o dia 12 de janeiro, o saldo externo na B3 estava positivo no ano em 3,584 bilhões de reais.

Embora o fluxo venha garantindo o viés mais favorável, o cenário político volta ao radar, principalmente após o presidente Michel Temer determinar o afastamento de quatro dos 12 vice-presidentes da Caixa Econômica Federal, por 15 dias.

“As dificuldades e o noticiário que envolve reforma previdenciária, assim como novo desconforto do governo na questão dos vice-presidentes da Caixa deixam o investidor local mais desconfiado do médio prazo”, escreveram analistas da corretora.

DESTAQUES

- SABESP ON avançava 3,49 por cento, liderando a ponta positiva do Ibovespa, diante da perspectiva em torno da revisão tarifária. A Arsesp divulgou na noite anterior nota técnica preliminar referente à etapa final da segunda revisão tarifária, abrindo o período de consulta pública até 5 de fevereiro. Segundo analistas do BTG Pactual, embora ainda não traga números, a nota tem destaques como o reconhecimento do regulador de que parte dos royalties que a Sabesp paga atualmente para alguns municípios será eventualmente repassada para tarifas.

- PETROBRAS PN subia 1,53 por cento e PETROBRAS ON ganhava 1,33 por cento, em meio às expectativas de definição sobre a revisão do contrato de cessão onerosa, após o governo ter criado uma comissão interministerial que tem prazo de 60 dias para negociar os termos com a estatal.

- VALE ON avançava 1,54 por cento, com uma visão favorável em torno da desalavancagem da empresa. Em evento com investidores nesta sessão, o diretor de relações com investidores da mineradora disse que as prioridades da empresa são reduzir a dívida líquida de 10 bilhões de dólares e pagar dividendos maiores a partir de 2018.

- MRV ON ganhava 1,87 por cento, após divulgar sua prévia operacional com alta de 41 por cento nos lançamentos em 2017.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below