January 31, 2018 / 9:13 AM / 4 months ago

Crescimento da indústria da China cai para mínima de 8 meses em janeiro, mostra PMI oficial

Por Stella Qiu e Ryan Woo

PEQUIM (Reuters) - O crescimento do setor industrial da China desacelerou mais do que o esperado em janeiro, para a mínima de oito meses, diante do enfraquecimento do mercado imobiliário e das regras mais severas contra a poluição que afetaram a produção.

Os dados, que dão aos investidores globais a primeira visão das condições de negócios na China no início de 2018, reforçam a visão de que a economia está começando a perder força gradualmente depois de crescer 6,9 por cento no ano passado, acima do esperado.

O Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês) oficial divulgado nesta quarta-feira recuou a 51,3 em janeiro de 51,6 em dezembro. Mas permaneceu confortavelmente acima da marca de 50 que separa crescimento de contração.

Analistas consultados pela Reuters projetavam queda para 51,5.

Os subíndices de produção, novas encomendas e importações mostraram expansão mais moderada em janeiro em comparação com o mês passado, enquanto as encomendas para exportação tiveram ligeira queda.

Entretanto, o PMI de indústria ainda registrou o 19º mês seguido de expansão e reforçou as expectativas de que qualquer desaceleração da economia será gradual. Economistas consultados pela Reuters projetam um crescimento de 6,5 por cento este ano.

Em outro sinal de resiliência econômica, o PMI oficial sobre o setor de serviços acelerou para a máxima de quatro meses em janeiro de 55,3, contra 55 em dezembro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below