March 19, 2018 / 11:37 AM / in 5 months

Norsk Hydro diz que mais vazamentos foram encontrados na fábrica de alumina do Brasil

OSLO (Reuters) - A norueguesa fabricante de alumínio Norsk Hydro informou nesta segunda-feira que autoridades brasileiras descobriram despejos adicionais irregulares em um rio de Barcarena, Pará, de sua produtora de alumina Alunorte.

No mês passado, autoridades brasileiras determinaram que a Alunorte reduzisse sua produção de alumina —a maior do mundo— pela metade após vazamentos durante fortes chuvas, levando a empresa a declarar força maior.

Os despejos adicionais de águas pluviais não tratadas do telhado de um galpão de armazenamento de carvão foram descobertos em uma investigação subsequente por parte das autoridades, afirmou a Hydro, acrescentando que a empresa encontrou um vazamento separado não regulamentado.

“Nós descartamos água de chuva e da superfície da refinaria não tratadas no rio Pará. Isso é completamente inaceitável e contraria o que a Hydro acredita”, disse o presidente-executivo, Svein Richard Brandtzaeg, em um comunicado.

A Hydro pediu na sexta-feira desculpas à população e anunciou o investimento de 500 milhões de coroas norueguesas (64,65 milhões de dólares) em sistemas de tratamento de água para evitar a recorrência dos derramamentos iniciais.

Na segunda-feira, a empresa novamente se desculpou e afirmou que vai expandir a análise em andamento da consultoria ambiental e que a sua própria unidade de auditoria interna vai se envolver.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below