March 19, 2018 / 1:17 PM / in 4 months

Cade aprova venda da Cremer para Mafra Hospitalar; empresa deve sair da bolsa

SÃO PAULO (Reuters) - A fornecedora brasileira de materiais descartáveis de saúde Cremer anunciou nesta segunda-feira que deve fechar o capital, após o Conselho Administrativo de Defesa Econômico (Cade) aprovar a sua venda para a Mafra Hospitalar.

A empresa de investimentos Tarpon anunciou em novembro a venda de sua participação de 91,1 por cento na Cremer para o grupo Mafra, especializado em distribuição de medicamentos e de produtos para hospitais. A operação avaliou a Cremer em 499 milhões de reais.

A Superintendência-Geral do Cade disse, em seu despacho, que a probabilidade de fechamento de mercado por parte das empresas envolvidas no operação não é provável, “pois existe rivalidade entre os concorrentes nos mercados de fabricação e distribuição destes produtos e diversas alternativas de parceiros comerciais”.

A Cremer informou que em até 30 dias após a conclusão da operação, a Mafra fará pedido para uma oferta pública obrigatória de aquisição das ações de emissão da Cremer detidas pelos minoritários (OPA). Conjuntamente, a empresa pretende promover o cancelamento de registro de companhia aberta.

“A decisão acerca de tal medida ainda não foi tomada em caráter definitivo, e a estrutura da OPA ainda será oportunamente definida e comunicada ao mercado, pela CM Hospitalar (Mafra) na qualidade de novo acionista controlador”, disse a Cremer em comunicado.

Por Raquel Stenzel

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below