March 27, 2018 / 5:53 PM / in 5 months

Mercedes-Benz contratará 330 funcionários para fábricas em SP e MG, pode abrir 2º turno no 2º semestre

SÃO PAULO (Reuters) - A Mercedes-Benz vai contratar 330 funcionários para sua fábrica de caminhões e ônibus em São Bernardo do Campo (SP) e em Juiz de Fora (MG), ampliando as admissões neste semestre no país para cerca de 700 trabalhadores, em um movimento que vem rebocado pelo crescimento de 55 por cento nas vendas da indústria no início deste ano.

Das 330 contratações, 250 serão para a fábrica na região metropolitana de São Paulo e 80 para a unidade mineira. No início do ano a empresa já tinha contratado 272 funcionários para São Bernardo do Campo e 80 em Juiz de Fora.

A empresa, controlada pela alemã Daimler, inaugurou nesta terça-feira em São Bernardo do Campo uma linha de montagem de caminhões que promete gerar um ganho de 15 por cento de eficiência ao unificar em uma mesma operação as antigas linhas de caminhões médios e pesados da fábrica. Com as novas instalações, a montadora vai reduzir o número de armazéns de peças de 53 para 6 e o armazenamento de componentes de 10 para no máximo 3 dias.

“A situação do mercado hoje está muito boa, apesar de a nossa base de comparação ser muito baixa. Se o mercado continuar assim, vamos abrir um segundo turno em São Bernardo no segundo semestre”, disse Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e presidente-executivo da marca para América Latina.

“Já abrimos um segundo turno em algumas áreas, como agregados (motores, eixos, câmbio), mas na linha de caminhões e ônibus ainda não”, acrescentou o executivo.

A nova linha de produção de caminhões consumiu investimentos de 500 milhões de reais durante três anos e segundo Schiemer deixará a fábrica de São Bernardo do Campo como sendo a mais moderna unidade de produção de caminhões da Daimler no mundo.

A companhia agora promove esforços para modernizar a linha de produção de chassis de ônibus da unidade, dentro de um plano de investimentos até 2022 de 2,4 bilhões de reais.

A expectativa da Mercedes-Benz para o mercado brasileiro de caminhões novos em 2018 é de crescimento de 30 por cento, depois de um 2017 em que as vendas subiram ligeiros 2,7 por cento, para 52 mil unidades.

No primeiro bimestre, a produção de caminhões no país subiu 48 por cento sobre um ano antes, para 14,5 mil unidades. A Mercedes-Benz acumulou no período alta de 44,7 por cento nas vendas de caminhões no Brasil, para 2.489 unidades. A rival alemã Volkswagen, enquanto isso, teve vendas de 2.597 caminhões, mais que o dobro do comercializado um ano antes.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below