March 29, 2018 / 3:10 PM / 7 months ago

Bovespa avança mais de 1% com exterior mais calmo; Braskem lidera ganhos

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice de ações da B3 avançava nesta quinta-feira, última sessão do mês e do trimestre, favorecido pelo ambiente externo e com as ações da petroquímica Braskem e da companhia de alimentos JBS entre as maiores altas, após divulgação dos respectivos resultados trimestrais.

Pessoas olham para gráfico de flutuações do mercado na Bovespa, no centro de São Paulo, Brasil 09/05/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

Às 12:01, o Ibovespa subia 1,28 por cento, a 84.951 pontos. O volume financeiro somava 2,7 bilhões de reais.

O quadro relativamente positivo no exterior endossava o viés ascendente nos negócios locais. Em Wall Street, o S&P 500 subia 0,82 por cento, apoiado na recuperação de ações do setor de tecnologia.

“Nós estamos seguindo o mercado externo mais calmo. Mas vamos ver se isso se sustenta até o final do dia, uma vez que a volatilidade segue elevada no exterior”, disse o gestor de uma corretora no Rio de Janeiro.

DESTAQUES

- BRASKEM PNA avançava 6,7 por cento, após reverter prejuízo e encerrar o último trimestre de 2017 com lucro líquido consolidado de 313 milhões de reais e alta de 24 por cento no Ebitda em relação ao quarto trimestre do ano anterior. A petroquímica também disse que, para 2018, espera a manutenção do cenário positivo com spreads saudáveis.

- JBS ON subia 4,16 por cento, tendo no radar o balanço do quarto trimestre, com prejuízo de 345 milhões de reais, mas leve melhora operacional, com alta de 2,7 por cento na receita e também no Ebitda, além de redução na dívida, com a relação dívida líquida sobre Ebitda ficando em 3,38 vezes, ante 4,16 vezes no fim de 2016.

- ITAÚ UNIBANCO PN e BRADESCO PN avançavam 1,3 e 1,38 por cento, respectivamente, após redução do percentual de recursos que os bancos são obrigados a recolher aos cofres do Banco Central. SANTANDER BRASIL UNIT subia 2,70 por cento e BANCO DO BRASIL ON ganhava 1,24 por cento.

- VALE ON tinha elevação de 2,34 por cento, tendo no radar alta dos preços do minério de ferro na China, apoiada na redução das preocupações quanto a uma potencial guerra comercial entre o país asiático e os Estados Unidos. O avanço nos preços do aço também servia como pano de fundo positivo para as siderúrgicas, com CSN subindo 5,77 por cento.

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON subiam 1,42 e 1,78 por cento, respectivamente, em sessão sem tendência clara para os preços do petróleo no exterior e marcada por leilão de blocos de petróleo e gás da Bacia de Campos, em que consórcios integrados pela companhia arremataram áreas que registraram bônus de assinatura de cerca de 5 bilhões de reais.

- VIA VAREJO UNIT cedia 1,96 por cento, na segunda sessão de perdas, após ganhos fortes no começo da semana.

Por Paula Arend Laier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below