March 29, 2018 / 5:30 PM / in 4 months

Índice acionário europeu tem pior trimestre em 2 anos apesar da alta na sessão por fusões e aquisições

LONDRES (Reuters) - A atividade de fusão e aquisição impulsionou os mercados acionários europeus nesta quinta-feira depois de uma liquidação liderada pelo setor de tecnologia nos mercados globais nesta semana, mas o STOXX 600 ainda registrou seu pior trimestre nos últimos dois anos.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,44 por cento, a 1.452 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,44 por cento, a 371 pontos.

Ainda assim o STOXX encerrou o trimestre com queda de 4,7 por cento, apesar de ter iniciado o ano acompanhando o rali global das ações em janeiro.

O trimestre acabou se tornando desafiador para os mercados acionários, com os investidores enfrentando um aumento acentuado na volatilidade, escalada nas tensões comerciais e ansiedade sobre o setor de tecnologia.

Na Europa, a desaceleração de indicadores macroeconômicos foi entendida como um sinal de “venda” para as ações da região, que se valorizaram na maior parte do ano passado diante das expectativas de um crescimento econômico mais forte.

As ações do setor automobilístico lideraram os ganhos uma vez que a Renault saltou 5,7 por cento, para a máxima em mais de 10 anos, após a Bloomberg informar que a francesa estava em negociações para uma fusão com a Nissan.

Outras montadoras também avançaram, como Daimler, Peugeot, Porsche e Volkswagen.

As ações da GKN subiram cerca de 9 por cento depois que a Melrose Industries anunciou que havia fechado sua aquisição de 8 bilhões de libras (11 bilhões de dólares) da empresa de engenharia britânica após uma batalha de três messes pelo seu controle.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,17 por cento, a 7.056 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,31 por cento, a 12.096 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,72 por cento, a 5.167 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,36 por cento, a 22.411 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,48 por cento, a 9.600 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,89 por cento, a 5.405 pontos.

Por Helen Reid e Julien Ponthus

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below