April 16, 2018 / 10:40 AM / 8 months ago

Mercado acionário da China tem pior dia em três semanas com preocupações sobre atividade econômica

XANGAI (Reuters) - Os principais mercados acionários da China caíram mais de 1 por cento nesta segunda-feira, marcando o pior dia em três semanas, com preocupações de que a desaceleração de crescimento do crédito e o aperto nas exigências regulatórias começarão a afetar a economia do país no final do ano.

Investidor observa dados de ações em casa de corretagem em Xangai, na China 03/01/2017 REUTERS/Aly Song

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 1,6 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 1,53 por cento.

A queda foi liderada pelo setor imobiliário e pelos bancos. .

Espera-se que os dados do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre mostrem que a economia carregou a maior parte de seu crescimento do ano passado para o início de 2018, com analistas prevendo expansão de 6,7 por cento na comparação anual, apenas marginalmente mais suave do que os 6,8 por cento registrados no quarto trimestre, de acordo com pesquisa da Reuters.

Essa resiliência poderia dar a confiança das autoridades para intensificar sua repressão regulatória, agora em seu segundo ano.

“A preocupação com a economia chinesa persiste enquanto as atividades de financiamento do setor imobiliário e dos governos locais foram restringidas em meio à campanha de desalavancagem de Pequim”, escreveu a China Merchants Securities em relatório.

Os bancos chineses concederam mais empréstimos em março do que em fevereiro e parecem ter feito progressos sólidos no controle dos empréstimos fora do balanço, o que provocou a repressão dos reguladores, segundo dados divulgados na sexta-feira após o fechamento dos mercados acionários.

No restante da região, o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha queda de 0,55 por cento às 7:22 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,26 por cento, a 21.835 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,60 por cento, a 30.315 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,53 por cento, a 3.110 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,60 por cento, a 3.809 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,10 por cento, a 2.457 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,10 por cento, a 10.954 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,12 por cento, a 3.497 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,21 por cento, a 5.841 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below