April 30, 2018 / 7:54 PM / 4 months ago

Agibank manda prospecto de IPO para CVM

SÃO PAULO (Reuters) - O banco gaúcho Agibank enviou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) um prospecto para emissão inicial de ações, em oferta primária e secundária, mantendo estratégia para elevar sua base de correntistas e aproveitando uma oferta bem sucedida do rival Banco Inter, na semana passada.

A instituição, ex-banco Agiplan, surgiu como financeira em 1999 em Caixas do Sul (RS) e ganhou tração após a compra do banco Gerador, em 2016. O Agibank afirma no prospecto que no final de março tinha 535,6 mil clientes, crescimento de 68 por cento sobre um ano antes, atendidos por “canais digitais e uma rede de mais de 450 pontos de atendimento físicos em todo o território nacional”.

O Inter tem cerca de 500 mil clientes e suas units estrearam na B3 nesta segunda-feira, chegando a subir mais de 16 por cento.

Em janeiro, em entrevista à Reuters, o presidente e fundador do Agibank, Marciano Testa, afirmou que o banco tem planos para quintuplicar sua base de correntistas neste ano e que os planos de IPO não estavam descartados. Testa participa da operação como vendedor na oferta secundária.

O Agibank, que afirma ser uma “empresa digital”, não estimou quantas ações pretende emitir no prospecto ou quando pretende iniciar o processo de precificação das ações.

No primeiro trimestre, o Agibank teve uma carteira total de crédito de cerca de 1,3 bilhão de reais e lucro líquido de 58 milhões de reais após 15 milhões de reais no mesmo período de 2017, segundo o prospecto enviado à CVM. No ano passado como um todo, o lucro foi de 129 milhões de reais, alta de 18 por cento sobre o obtido em 2016.

“Buscamos o crescimento da nossa base de clientes mediante a expansão de nossos pontos de atendimento físicos espalhados pelo país, que desempenham um papel fundamental na captação e apoio na migração do cliente para o mundo digital....Atualmente, possuímos mais de 450 pontos de atendimento físicos, presentes em todas as cidades acima de 500 mil habitantes do Brasil, sendo nosso objetivo marcar presença em todas as cidades acima de 50 mil habitantes”, afirma o Agibank no prospecto.

O banco afirma também que pretende ser “pagador do INSS”, o que pode aumentar “significativamente a nossa base de clientes (potencial de 23 milhões de aposentados e 10 milhões de trabalhadores temporários) e que o mercado de pequenas e médias empresas “representa importante via de crescimento para nós”.

Os coordenadores da operação do Agibank são Credit Suisse, Itaú BBA, Bank of America Merrill Lynch, BTG Pactual e Bradesco BBI.

Por Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below