May 10, 2018 / 5:21 PM / 3 months ago

Principal índice acionário europeu recua pressionado por BT e serviços públicos; bancos sobem

MILÃO (Reuters) - O principal índice acionário europeu recuou nesta quinta-feira, com perdas na BT após apresentar resultado decepcionante e pressionado pela fraqueza nas ações de serviços públicos.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,13 por cento, a 1.538 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,12 por cento, a 392 pontos.

O setor bancário foi o destaque , com ganhos no RBS após um acordo multibilionário para encerrar uma investigação dos Estados Unidos sobre vendas de títulos do banco e um sólido resultado do maior banco da Itália, o UniCredit, ajudando a limitar as perdas do STOXX.

As ações da BT recuaram mais de 7 por cento depois que a empresa anunciou a redução de 13 mil empregos, a mais recente tentativa da britânica de telecomunicações de se recuperar após um escândalo contábil e desaceleração no comércio.

Operadores disseram que a informação indica orientação decepcionante, enquanto analistas da Jefferies destacaram que a empresa perdeu a oportunidade de anunciar um movimento mais ousado de implementação de fibra ótica, enquanto os cortes de empregos foram maiores do que o esperado.

O RBS ganhou 3,8 por cento depois de concordar com um pagamento menor do que o esperado de 4,9 bilhões de dólares para resolver uma investigação dos EUA sobre a venda de títulos lastreados em hipotecas.

O lucro do RBS ajudou o índice britânico FTSE a avançar 0,5 por cento, depois que a decisão do banco central britânico de manter a taxa juros derrubou a libra.

O UniCredit subiu 1,8 por cento depois de ter apresentado seu melhor resultado no primeiro trimestre desde 2007, superando as previsões com um lucro líquido de 1,1 bilhão de euros graças a perdas de crédito menores do que o esperado.

As concessionárias de energia foram um ponto fraco, com queda de 0,9 por cento, liderando as perdas setoriais na Europa, pressionadas por resultados decepcionantes da italiana Enel.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,50 por cento, a 7.700 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,62 por cento, a 13.022 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,21 por cento, a 5.545 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,96 por cento, a 24.033 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,25 por cento, a 1.246 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,17 por cento, a 5.559 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below