June 11, 2018 / 9:18 PM / in 2 months

Casino quer vender 1,5 bi de euros em ativos até o começo de 2019, além de Via Varejo

PARIS (Reuters) - O grupo francês de supermercados Casino pretende atingir 1,5 bilhão de euros (1,77 bilhão de dólares) em vendas de ativos até o início de 2019, para reduzir sua pesada dívida.

As ações do Casino caíram para uma mínima em mais de 21 anos, enquanto os rendimentos de seus títulos e o custo do seguro contra a inadimplência aumentaram devido à preocupação com a alavancagem da empresa.

Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, o Casino disse que metade das vendas de ativos seria concluída em 2018 e o restante no início do próximo ano. A alienação de ativos não essenciais envolveria principalmente imóveis, acrescentou.

O plano apresentado complementa os esforços do Casino para desinvestir na rede de móveis e eletrodomésticos Via Varejo, no Brasil.

Questionado em teleconferência com investidores se o Casino se comprometeria a manter a redução da dívida no próximo ano, o diretor financeiro Antoine Giscard d’Estaing disse: “Não damos, nesta fase, uma orientação final, mas continuaremos a gerar fluxo de caixa livre e provavelmente obter os benefícios de alienações adicionais em 2019 também.”

O grupo disse que sua redução da dívida reduzirá o endividamento líquido na França em cerca de 1 bilhão de euros antes do final deste ano.

A nota de crédito do Casino foi reduzida para ‘junk’ pela Standard & Poor’s em março de 2016.

Reportagem adicional de Sarah White, Pascale Denis e Leigh Thomas

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below