June 20, 2018 / 12:41 PM / in 5 months

Brasil eleva preço mínimo do milho para maiores produtores em 2018/19

Homem segura grãos de milho perto de Sorriso, Mato Grosso 26/07/2017 REUTERS/Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério da Agricultura publicou nesta quarta-feira, no Diário Oficial da União, um aumento nos preços mínimos do milho para a nova safra 2018/19, em medida válida para a maior parte dos Estados, incluindo os maiores produtores do cereal do país, Mato Grosso e Paraná.

O preço mínimo do governo, utilizado como referência para programas de apoio à comercialização e subvenções, subiu para o Mato Grosso e Rondônia de 16,71 reais por saca na safra 2017/18 para 17,93 reais por saca na temporada 2018/19 (alta anual de 7,30 por cento).

Para Mato Grosso do Sul e Goiás e os Estados do Sudeste e Sul, o preço mínimo da nova safra, cujo plantio começa no segundo semestre, subiu 11 por cento, para 21,62 reais por saca.

A alta nos preços mínimos para os principais Estados produtores ocorre em meio a uma quebra de safra no Brasil em 2017/18, devido à seca, o que tem sustentado as cotações no mercado brasileiro.

Por outro lado, o governo reduziu em 2,1 por cento o preço mínimo para o oeste da Bahia, sul de Maranhão, sul do Piauí e Tocantins, regiões que integram uma nova fronteira agrícola. O valor foi estabelecido em 20,41 reais por saca.

Veja detalhes sobre os preços mínimo de outras culturas de verão em:

here/06/2018&jornal=515&pagina=6&totalArquivos=64

Por Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below