June 22, 2018 / 11:49 AM / 5 months ago

Demanda por aço na China ficará estável no 2º semestre, setor vê risco de excesso de oferta

Canos de aço são vistos em fábrica em Hebei, na China 19/03/2018 REUTERS/Muyu Xu

XANGAI (Reuters) - A demanda por aço na China deve ficar estável no segundo semestre, afirmou o vice-presidente da Associação de Ferro e Aço da China (Cisa), Qu Xiuli, nesta sexta-feira, alertando que o mercado vai enfrentar risco cada vez maior de excesso de oferta por entrada em operação de novas capacidades.

“A liberação acelerada de capacidade de produção avançada e a retomada de produção ilegal de vergalhões, incentivada por margens de lucro maiores, estão elevando o risco de sobreoferta”, disse Qu,

O investimento na indústria siderúrgica do país subiu 4,3 por cento de janeiro a abril ante o mesmo período do ano passado, afirmou.

Em maio, a China produziu um recorde de 81,13 milhões de toneladas de aço, com a média diária de produção de 2,62 milhões de toneladas.

Qu também alertou sobre potencial queda nas exportações de máquinas da China em meio à guerra comercial entre Estados Unidos e o país, que terá um impacto indireto sobre a demanda chinesa por aço.

“Os produtos siderúrgicos chineses continuam muito competitivos no mundo...então esperamos que as exportações de aço da China não tenham um impacto significativo no próximo período e talvez poderemos manter o mesmo nível do ano passado”, disse Qu.

Por Muyu Xu e Aizhu Chen

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below