June 22, 2018 / 11:49 AM / 3 months ago

Demanda por aço na China ficará estável no 2º semestre, setor vê risco de excesso de oferta

XANGAI (Reuters) - A demanda por aço na China deve ficar estável no segundo semestre, afirmou o vice-presidente da Associação de Ferro e Aço da China (Cisa), Qu Xiuli, nesta sexta-feira, alertando que o mercado vai enfrentar risco cada vez maior de excesso de oferta por entrada em operação de novas capacidades.

Canos de aço são vistos em fábrica em Hebei, na China 19/03/2018 REUTERS/Muyu Xu

“A liberação acelerada de capacidade de produção avançada e a retomada de produção ilegal de vergalhões, incentivada por margens de lucro maiores, estão elevando o risco de sobreoferta”, disse Qu,

O investimento na indústria siderúrgica do país subiu 4,3 por cento de janeiro a abril ante o mesmo período do ano passado, afirmou.

Em maio, a China produziu um recorde de 81,13 milhões de toneladas de aço, com a média diária de produção de 2,62 milhões de toneladas.

Qu também alertou sobre potencial queda nas exportações de máquinas da China em meio à guerra comercial entre Estados Unidos e o país, que terá um impacto indireto sobre a demanda chinesa por aço.

“Os produtos siderúrgicos chineses continuam muito competitivos no mundo...então esperamos que as exportações de aço da China não tenham um impacto significativo no próximo período e talvez poderemos manter o mesmo nível do ano passado”, disse Qu.

Por Muyu Xu e Aizhu Chen

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below