June 26, 2018 / 10:04 PM / 6 months ago

Setor de energia lidera recuperação em Wall Street com menor preocupação sobre comércio

Pedestres caminham em Wall Street, perto da Bolsa de Valores de Nova York 02/04/2018 REUTERS/Shannon Stapleton

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos subiram nesta terça-feira, ajudados por ganhos nos setores de energia, tecnologia e bens de consumo após uma acentuada liquidação na véspera pelas crescentes tensões comerciais.

O índice Dow Jones subiu 0,12 por cento, a 24.283 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,220458 por cento, a 2.723 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,39 por cento, a 7.562 pontos.

As ações de energia tiveram os maiores ganhos entre os 11 principais setores do S&P 500, avançando 1,4 por cento à medida que Washington pressionou aliados para interromper importações de petróleo iraniano, o que elevou os preços do petróleo em mais de 2 por cento.

As ações de tecnologia avançaram após caírem na segunda-feira por declarações conflitantes de autoridades do governo Trump sobre restrições a investimentos estrangeiros em empresas de tecnologia dos EUA. A Apple, que avançou 1,2 por cento, encerrou uma sequência de três dias de queda.

Três das quatro ações FANG - o grupo das gigantes de tecnologia norte-americanas - líderes de momentum do S&P 500, também reverteram direção nesta segunda-feira. As ações do Facebook subiram 1,4 por cento, da Amazon.com avançaram 1,7 por cento, e da Netflix subiram 3,9 por cento. Apenas as ações da Alphabet terminaram a sessão em queda, recuando 0,6 por cento.

As ações da construtora norte-americana Lennar Corp cresceram 4,9 por cento, uma vez que a forte demanda por moradia ajudou a companhia a reportar resultados trimestrais acima do esperado.

A força em ações de bens de consumo, incluindo Amazon, Netflix e Lennar, e o setor de energia apontam para fundamentos sólidos, que ajudaram a minimizar preocupações de investidores sobre comércio, disse J.J. Kinahan, estrategista-chefe de mercado da TD Ameritrade.

“Eles meio que tiram tarifas da capa”, disse ele.

Uma reportagem da Bloomberg mostrando que o Canadá está preparando cotas de aço e tarifas sobre a China também pode ter minimizado preocupação de investidores ao emprestar apoio às táticas de negociação do presidente dos EUA, Donald Trump, disse Kinahan.

Reportagem adicional de Sruthi Shankar

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below