June 28, 2018 / 2:47 PM / 3 months ago

Risco de inflação ficar abaixo da meta diminuiu, diz Ilan

BRASÍLIA/SÃO PAULO (Reuters) - O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta quinta-feira que o risco de a inflação ficar abaixo da meta no Brasil diminuiu “substancialmente”, ao mesmo tempo em que afirmou que os riscos externos cresceram.

Presidente do Banco Central do Brasil, Ilan Goldfajn 03/04/2018 REUTERS/Adriano Machado

“Falamos várias vezes que não podíamos contar com cenário benigno internacional para sempre”, afirmou Ilan durante entrevista sobre o Relatório Trimestral de Inflação (RTI).

Ele afirmou ainda que a continuidade do processo de reformas no país é importante para as projeções do BC.

Mais cedo, o BC divulgou o RTI e reduziu com força sua projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil a 1,6 por cento neste ano, sobre 2,6 por cento antes, citando não apenas os efeitos da greve dos caminhoneiros mas também a queda da confiança de empresas e consumidores e a perda de fôlego da atividade vista desde o início do ano.

Além disso, deixou claro que vê a inflação perdendo força após junho, mês que ainda sofrerá o impacto da alta dos preços ocasionada pela paralisação dos caminhoneiros em maio, que causou forte desabastecimento no país todo.

Por Patrícia Duarte e Bruno Federowski

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below