June 28, 2018 / 9:08 PM / 3 months ago

Operações do Deutsche Bank nos EUA não passam em 2ª fase do teste de estresse do Fed

WASHINGTON (Reuters) - A subsidiária norte-americana do banco alemão Deutsche Bank falhou na segunda parte dos testes anuais de estresse promovidos pelo banco central dos Estados Unidos, informou o Federal Reserve nesta quinta-feira, citando “amplas e graves deficiências” nos controles de planejamento de capital da instituição.

Agência do banco alemão Deutsche Bank em Colônia, na Alemanha 18/07/2016 REUTERS/Wolfgang Rattay

A objeção unânime do conselho do Fed ao plano de capital do Deutsche Bank nos EUA marca outro golpe para o banco alemão, cuja saúde financeira globalmente está sob intenso foco nos últimos meses.

O Deutsche Bank passou na semana passada pela primeira etapa do teste do Fed, que mede seus níveis de capital contra um cenário de recessão severa. A segunda parte do teste do Fed se concentra no plano de capital do banco.

“As preocupações incluem fraquezas materiais na capacidade de dados da empresa e controles que apoiam seu processo de planejamento de capital, bem como pontos fracos em suas abordagens e premissas usadas para prever receitas e perdas sob estresse”, disse o Fed em comunicado.

Embora a falha no teste provavelmente não afete a capacidade do banco de pagar dividendos aos acionistas, o resultado exigirá que o Deutsche Bank faça alterações em suas operações norte-americanas.

Isso incluirá investimentos substanciais em tecnologia, operações, gerenciamento de risco e funcionários, bem como mudanças em sua governança. O banco também poderá ter que reduzir ainda mais algumas de suas operações nos EUA e não fazer nenhuma distribuição de resultado para sua controladora alemã sem a aprovação do Fed.

Em nota nesta quinta-feira, o Deutsche Bank disse que havia feito investimentos significativos para melhorar suas capacidades de planejamento de capital, bem como controles e infraestrutura em sua subsidiária dos EUA, a DB USA Corp.

As subsidiárias recém abertas nos EUA de seis bancos estrangeiros - de Deutsche Bank, Credit Suisse, UBS Group, BNP Paribas, Barclays e Royal Bank of Canada - foram submetidas ao teste pela segunda vez este ano e tiveram seus resultados divulgados publicamente pela primeira vez.

Os resultados do Deutsche Bank cobrem a DB USA, uma holding com 133 bilhões de dólares em ativos, segundo documentos de março do Deutsche Bank. Isso inclui todos os ativos não-filiais do Deutsche Bank nos EUA, incluindo subsidiária de empréstimos hipotecários e financiamento de dívida, e um considerável negócio de corretagem em Wall Street.

APROVAÇÕES CONDICIONAIS

O Fed, por outro lado, aprovou os planos de capital de 34 instituições, permitindo que usem capital extra para recompra de ações, dividendos e outros propósitos.

A lista inclui instituições como JPMorgan Chase, Citigroup, Bank of America e Wells Fargo.

O Fed disse que aprovou condicionalmente os planos de capital do Goldman Sachs Group e do Morgan Stanley, cujos níveis de capital foram afetados negativamente, durante o teste, pelas mudanças do código tributário dos EUA.

Estes bancos terão que manter os níveis de distribuição de capital em linha com os pagos nos anos recentes para ampliar suas reservas de capital, disse o Fed.

Por Michelle Price

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below