June 28, 2018 / 9:28 PM / 6 months ago

Archer vê atraso relevante nas fixações de açúcar na exportação do Brasil

Sacas de açúcar em fábrica em Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil 10/11/2010 REUTERS/Sergio Moraes

SÃO PAULO (Reuters) - As usinas brasileiras de cana haviam fixado preços até o final de maio para exportação de 13,94 milhões de toneladas de açúcar da safra 2018/2019, afirmou nesta quinta-feira a Archer Consulting, o que significa pelo modelo da consultoria fixações de 60,6 por cento do total previsto de embarques na temporada (23 milhões de toneladas).

Segundo a Archer, as fixações foram feitas a um preço médio de 14,13 centavos de dólar por libra-peso.

Com preços fracos do açúcar em meio a superávit global do produto, a Archer notou um forte atraso nos negócios.

Nesta época na temporada passada, as usinas tinham fixado quase 75 por cento, enquanto no ciclo 2016/17 as fixações para até o período tinham atingido 85 por cento.

“Há muito não tínhamos tanto atraso nas fixações de uma safra. Certamente, essa questão foi crucial para piorar o desempenho do mercado”, disse o sócio-diretor da Archer, Arnaldo Luiz Correa.

Por Marcelo Teixeira e Roberto Samora

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below