June 29, 2018 / 10:44 AM / 3 months ago

Índices acionários chineses se recuperam mas temores sobre guerra comercial ainda pairam sobre mercados

XANGAI (Reuters) - Após vendas generalizadas contínuas, o mercado acionário chinês e o iuan tiveram uma leve recuperação nesta sexta-feira, embora os investidores enfrentassem algumas de suas maiores perdas em anos diante da perspectiva de a disputa comercial entre os Estados Unidos e a China ameaçar a segunda maior economia do mundo.

Investidor observa dados de ações em casa de corretagem em Xangai, na China 24/11/2017 REUTERS/Aly Song

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 2,57 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 2,2 por cento.

Em espiral de queda desde o final de janeiro, as ações chinesas tiveram o maior dia de ganhos em quase dois anos, mas ainda assim registraram o pior recuo mensal desde janeiro de 2016.

A preocupação é de que uma venda generalizada de ações e do iuan possa desencadear um fluxo de saída de capital, colocando mais pressão sobre a economia e complicando a formulação de políticas no momento em que as autoridades criam defesas contra a batalha comercial com os Estados Unidos.

O iuan perdeu cerca de 3,3 por cento de seu valor em relação ao dólar em junho, a maior queda desde que a taxa de câmbio foi unificada em 1994. A moeda registra quase 6 por cento de perdas desde seu pico no final de março.

Nesta sexta-feira, o iuan caiu para o seu valor mais baixo desde meados de novembro de 2017, mas se recuperou para 6,6246 por dólar no fechamento doméstico oficial, praticamente inalterado em relação ao fechamento anterior.

As perdas crescentes ressaltam a ansiedade entre os investidores uma vez Washington e Pequim não mostram sinais de recuar de sua disputa tarifária.

No restante da Ásia, os mercados também se recuperaram diante do avanço dos índices chineses, e o índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 1,5 por cento às 7h37 (horário de Brasília).

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,15 por cento, a 22.304 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,61 por cento, a 28.955 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,20 por cento, a 2.848 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,57 por cento, a 3.511 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,51 por cento, a 2.326 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,71 por cento, a 10.836 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,34 por cento, a 3.268 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,33 por cento, a 6.194 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below