July 5, 2018 / 8:35 PM / 3 months ago

Montadoras internacionais elevam embarque de veículos para os EUA com aumento de tensão comercial

DETROIT/LONDRES/XANGAI (Reuters) - Montadoras estão se esforçando para embarcar veículos para os Estados Unidos para antecipar possíveis tarifas de importação, de acordo com dados e autoridades portuárias e empresas de logística.

Carros para importação em estacionamento do porto de Sheerness, no Reino Unido 24/10/2017 REUTERS/Peter Nicholls

Dados de vários portos dos EUA mostraram um aumento nas exportações e importações de veículos em maio, quando o presidente norte-americano, Donald Trump, aumentou a pressão sobre a China e a Europa para baixar as tarifas sobre veículos dos EUA e fazer outras mudanças em suas práticas comerciais. Os dados de maio são os números mais recente disponíveis.

As tarifas da administração Trump sobre 34 bilhões de dólares de importações chinesas devem entrar em vigor na sexta-feira.

Nos portos norte-americanos de Baltimore, Jacksonville e Brunswick,- os três principais portos dos EUA para a importação de automóveis - descarregaram, em maio, 23 mil carros a mais do que no mesmo período do ano anterior. As exportações de automóveis de Baltimore e Jacksonville naquele mês aumentaram 39 e 19 por cento, respectivamente, disseram autoridades portuárias.

No porto de Long Beach, cujos clientes incluem as montadoras Toyota Motor e Mercedes-Benz, da Daimler, as importações de veículos subiram 3,4 por cento em maio, mas as exportações caíram 24 por cento, para 1.679 unidades.

As importações de veículos em Norfolk, na Virgínia, subiram mais de 350 por cento, para 3.782 veículos, em parte devido à importação pela General Motors de alguns carros do México por via marítima, para contornar problemas da rede ferroviária dos EUA.

O aumento nos embarques de veículos para os EUA não foi precedido por um aumento nas vendas. A demanda norte-americana de alguns automóveis europeus e asiáticos, incluindo BMW, Mercedes-Benz e Toyota, está estável para baixo este ano.

A Mercedes-Benz, a BMW, a Toyota e a Nissan Motor, não responderam aos pedidos de comentários.

Por Nick Carey, Jonathan Saul e Brenda Goh

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below