July 10, 2018 / 12:29 PM / 4 months ago

Tensões comerciais derrubam ânimo de investidores alemães a mínimas de 6 anos

Bandeira da Alemanha é vista em Berlim 02/07/2018 REUTERS/Hannibal Hanschke

BERLIM (Reuters) - O ânimo entre os investidores alemães caiu em julho para o menor patamar desde agosto de 2012, mostrou uma pesquisa nesta terça-feira, diante das preocupações com a intensificação das tensões comerciais com os Estados Unidos.

O instituto de pesquisa ZEW disse que sua pesquisa mensal mostrou que o sentimento econômico entre os investidores caiu para -24,7, de -16,1 em junho. Isso comparado com a previsão em pesquisa da Reuters para uma leitura de -18,0.

Uma medida separada que mede a avaliação dos investidores sobre as condições atuais da economia caiu de 80,6 para 72,4. A expectativa era de uma leitura de 78,2.

“O atual período de pesquisa foi marcado por uma grande incerteza política”, disse o presidente do ZEW, Achim Wambach. “Em particular, os temores de uma intensificação da guerra comercial internacional com os Estados Unidos afetaram a perspectiva econômica.”

Wambach acrescentou que notícias positivas sobre a produção industrial, as encomendas recebidas e o mercado de trabalho alemão foram “muito ofuscados” pelos efeitos negativos esperados da disputa tarifária sobre o comércio exterior.

Na semana passada, o ministro das Finanças, Olaf Scholz, advertiu que a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de impor tarifas sobre bens importados de parceiros comerciais como a China e a União Europeia prejudicaria a todos.

Por Paul Carrel

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below