July 10, 2018 / 8:15 PM / 4 months ago

Governo português quer EDP com matriz local, mas não comentará ofertas pela empresa

Logo da EDP - Energias de Portugal na sede da companhia em Oviedo, na Espanha 14/05/2018 REUTERS/Eloy Alonso

LISBOA (Reuters) - O governo português quer que a elétrica Energias de Portugal (EDP) (EDP.LS) e sua controlada EDP Renováveis EDPR.LS continuem a ter matriz no país, com sede em Portugal, e “pulmão” para desenvolverem suas atividades, mas acredita que não compete a ele pronunciar-se sobre eventuais ofertas concorrentes para aquisição das companhias, que receberam uma proposta da chinesa Three Gorges [CYTGP.UL].

O secretário português de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanchez, disse que o governo não deve comentar eventuais ofertas concorrentes, ao ser questionado sobre o assunto por jornalistas nos bastidores de um evento.

“Não nos pronunciamos sobre isso porque essas são questões que têm a ver com os acionistas... esse tipo de decisões não compete, de maneira nenhuma, ao governo”, afirmou Sanchez.

“Acima de tudo, o que é que o governo gostaria de saber? É quais são as perspectivas destas empresas para o futuro porque nos interessa que estas empresas continuem a ser empresas portuguesas, sediadas em Portugal, que tenham capacidade e tenham ‘pulmão’ para continuar a desenvolver suas atividades”, adicionou ele.

A estatal China Three Gorges lançou no mês passado um anúncio preliminar de uma oferta de 9 bilhões de euros para a aquisição da EDP e da EDP Renováveis, oferecendo 3,26 euros por ação e 7,33 euros por ação, respectivamente. Ambos os lances foram rejeitados pela empresa portuguesa, que entendeu que eles não refletiam o valor das companhias.

A CTG havia dito que pretende manter as empresas sediadas em Portugal e aportar ativos de seu portfólio às empresas da EDP, o que incluiria uma combinação dos ativos da subsidiária da EDP no Brasil aos negócios da CTG Brasil.

Mas as ações da EDP portuguesa e da EDP Renováveis têm operado sistematicamente acima dos preços oferecidos pela CTG, o que tem feito analistas ressaltarem que investidores apostam que os chineses oferecerão mais contrapartidas pelo negócio ou que haverá potenciais ofertas concorrentes.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below