July 12, 2018 / 2:54 PM / a month ago

Vendas de material de construção no Brasil acumulam baixa de 0,4% no 1º semestre, diz Abramat

SÃO PAULO (Reuters) - O faturamento deflacionado da indústria brasileira de materiais de construção caiu 4,7 por cento em junho sobre igual período de 2017, informou nesta quinta-feira Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

Pedreiros trabalham em construção no Rio de Janeiro 17/06/2016 REUTERS/Ricardo Moraes

No semestre, o setor faturou 0,4 por cento a menos que nos seis primeiros meses do ano passado, apurou o levantamento, citando o impacto da paralisação dos caminhoneiros nas vendas em maio.

A Abramat revisou o resultado da indústria em maio para retração de 9 por cento, ante crescimento de 3,5 por cento apontado anteriormente.

Segundo a associação, a greve também deve repercutir nos dados de junho e o real faturamento do setor pode ser superior ao estimado, já que muitas vendas realizadas em maio foram adiadas e computadas apenas no mês seguinte.

Mesmo com os efeitos da paralisação, o emprego na indústria de materiais de construção mostrou sinais de melhora, acumulando no primeiro semestre uma queda de 1,2 por cento, o melhor resultado desde janeiro.

Para 2018, a Abramat manteve expectativa de alta de cerca de 1,5 por cento no faturamento deflacionado da indústria de materiais de construção.

Por Gabriela Mello

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below