July 18, 2018 / 4:57 PM / 3 months ago

Índices acionários europeus fecham em alta sustentados pelo setor de tecnologia

MILÃO (Reuters) - Os principais índices de ações europeus atingiram a máxima de um mês nesta quarta-feira, sustentados pela fraqueza do euro ante o dólar e pela alta nas ações de tecnologia após resultados bem recebidos e fechamento do Nasdaq em nível recorde na véspera.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,6 por cento, a 1.516 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,54 por cento, a 387 pontos.

O índice de tecnologia avançou 2,5 por cento, com a Ericsson registrando um aumento de 8,5 por cento após a fabricante de equipamentos de telecomunicações móveis registrar inesperadamente lucro operacional modesto, enquanto a empresa de semicondutores ASML saltou 8,1 por cento com a divulgação de resultados acima do esperado.

Os ganhos das empresas somaram-se a declarações positivas sobre a economia dos Estados Unidos feitas na terça-feira pelo chairman do banco central norte-americano, Jerome Powell, para impulsionar o STOXX 600 para o segundo dia de ganhos.

A fala dele, que deu continuidade a seu depoimento perante o Congresso nesta quarta-feira, impulsionou o dólar, que por sua vez ajudou a alta das ações nos setores orientados para exportação da Europa.

“Embora (Powell) tenha reconhecido os riscos e as incertezas derivados da crescente tensão comercial, ele declarou que os riscos para as perspectivas estão ‘praticamente equilibrados’”, disseram estrategistas do UniCredit.

As ações do setor de automóveis, que dependem das exportações para o crescimento e estavam sendo afetadas pelas ameaças dos EUA de adotar tarifas de importação mais altas, ficaram entre as de melhor desempenho, com alta de 1,1 por cento, na máxima de um mês.

Operadores disseram que o setor também foi sustentado por notícias de que o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, visitará o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Washington, no dia 25 de julho, para discutir os laços comerciais.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,65 por cento, a 7.676 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,82 por cento, a 12.765 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,46 por cento, a 5.447 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,03 por cento, a 21.972 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,35 por cento, a 9.753 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,27 por cento, a 5.623 pontos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below