July 24, 2018 / 8:41 PM / a month ago

Ibovespa sobe 1,5% e fecha na máxima em 2 meses com exterior

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa fechou em alta nesta terça-feira, na máxima em dois meses, ajudado pelo viés benigno no mercado financeiro global, em meio a perspectivas de novos estímulos econômicos na China. As ações da mineradora Vale responderam pela maior contribuição positiva, fechando em alta de mais de 3 por cento.

Pessoas passam por gráfico de flutuações do mercado na Bovespa, São Paulo 09/05/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

O principal índice de ações da B3 subiu 1,49 por cento, a 79.154,98 pontos, maior patamar de fechamento desde 24 de maio. O volume financeiro somou 9,19 bilhões de reais.

Para o estrategista para pessoa física da Santander Corretora, Ricardo Peretti, a bolsa paulista se beneficiou de uma janela positiva no exterior, dado que não houve nenhuma notícia doméstica muito importante, com a novidade sendo a sinalização do governo chinês de estímulos econômicos, que não estava no preço.

Na véspera, a China prometeu buscar uma política fiscal mais “vigorosa”, intensificando seus esforços para apoiar o crescimento.

Em Wall Street, balanços trimestrais de empresas como Alphabet, dona do Google, e o avanço dos preços do petróleo ajudaram no fechamento positivo do índice acionário S&P 500.

De acordo com profissionais da área de renda variável, o noticiário corporativo doméstico tende a seguir no radar, conforme continua a temporada de balanços, assim como desdobramentos da corrida presidencial, particularmente as articulações visando coligações para as eleições.

DESTAQUES

- VALE subiu 3,45 por cento, tendo como pano de fundo o exterior positivo e após a agência de classificação de risco Moody’s elevar o rating da mineradora para o nível ‘grau de investimento’. A Vale divulga balanço do segundo trimestre na quarta-feira, após o fechamento do mercado. O Credit Suisse espera Ebitda de 4 bilhões de dólares.

- PETROBRAS PN e PETROBRAS ON encerraram com altas de 2,08 e 1,77 por cento, respectivamente, em meio ao avanço do preço do petróleo no exterior. O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão abriu ao orçamento de investimento crédito suplementar de 2,79 bilhões de reais, dos quais 2,77 bilhões devem ser direcionados à empresa.

- BRADESCO PN avançou 1,48 por cento, enquanto o rival ITAÚ UNIBANCO PN encerrou com decréscimo de 0,07 por cento. Para analistas do Santander, o tamanho do prêmio de Itaú sobre Bradesco pode não ter mais justificativa dado o ciclo de crédito de ambas as instituições.

- SANTANDER BRASIL UNIT avançou 1,89 por cento antes do balanço do segundo trimestre, previsto para antes da abertura da bolsa na quarta-feira. Analistas do BTG Pactual esperam um crescimento saudável de crédito, puxado pelo varejo, combinado com spreads resilientes e inadimplência sob controle.

- CSN avançou 6,35 por cento, em sessão positiva para o setor na bolsa. Siderúrgicas brasileiras estão preparando nova onda de reajustes de preços de aço para os próximos dias, aproveitando um cenário de preços elevados no exterior e situação cambial que tem favorecido as importações, disse à Reuters fonte do setor.

- VIA VAREJO UNIT valorizou-se 7,43 por cento, após anunciar que vai entrar no Novo Mercado da B3, o que analistas avaliaram que pode ajudar na venda da fatia do Grupo Pão de Açúcar. A varejista também divulgou balanço do segundo trimestre com lucro líquido de 20 milhões de reais e disse que vê melhora de margem no terceiro trimestre.

- NATURA caiu 1,7 por cento, para 29,50 reais, mínima desde 15 de dezembro de 2017. No ano, a ação da fabricante de cosmético acumula perda de 9,9 por cento.

- GPA PN encerrou com acréscimo de 0,09 por cento antes de reportar o resultado do segundo trimestre, previsto para após o fechamento do mercado, ainda nesta terça-feira.

- FIBRIA encerrou em alta de 0,84 por cento, revertendo fraqueza do começo da sessão. A fabricante de celulose também reporta seu desempenho do segundo trimestre na quarta-feira, antes da abertura do mercado.

- TELEFÔNICA BRASIL subiu 0,16 por cento, também antes de balanço do segundo trimestre, agendado para o começo da quarta-feira.

- EDP BRASIL avançou 0,72 por cento, com investidores também atentos aos números do segundo trimestre, que serão divulgados na quarta-feira, após o fechamento da bolsa.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below