July 30, 2018 / 1:16 PM / 2 months ago

AgRural corta previsão de 2ª safra de milho no centro-sul do Brasil por estiagem

SÃO PAULO (Reuters) - A AgRural cortou levemente nesta segunda-feira sua projeção para a segunda safra de milho 2017/18 no centro-sul do Brasil para 53,4 milhões de toneladas, de 53,6 milhões anteriormente, em razão da estiagem em importantes regiões produtoras.

Homem segura milho da segunda safra em Sorriso, Mato Grosso, Brasil 26/07/2017 REUTERS/Nacho Doce

Com a perspectiva de área se mantendo estável, em 10,3 milhões de hectares, a consultoria reduziu a previsão de produtividade média no centro-sul para 86 sacas por hectare, de contra 86,3 sacas anteriormente e 96,9 sacas no ciclo passado.

Em nota, a AgRural disse que o corte na projeção “deveu-se a pequenos ajustes para baixo na produtividade do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul —Estados mais afetados pela estiagem durante a fase reprodutiva das lavouras”.

“A produtividade de Mato Grosso e Goiás, que foi ajustada para cima no início do mês, foi mantida, enquanto a de Minas Gerais aumentou”, acrescentou a consultoria.

Diversas lavouras estão há cerca de três meses sem chuvas significativas, segundo dados do Thomson Reuters Agriculture Weather Dashboard.

A AgRural disse que, combinando seus números do centro-sul com as estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para o Norte/Nordeste, a produção de milho segunda safra do Brasil em 2018 fica em 56,8 milhões de toneladas, ante 57,1 milhões estimados no início do mês e 67,4 milhões de toneladas em 2017.

Por José Roberto Gomes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below