July 30, 2018 / 8:47 PM / 4 months ago

Setor elétrico reduz previsão de crescimento da carga de energia em 2018 para 1,6%

Linhas de transmissão de energia 31/08/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia do sistema elétrico interligado do Brasil deverá fechar 2018 com avanço de 1,6 por cento, disseram em relatório nesta segunda-feira a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (ONS), a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), revisando projeção anterior de alta de 3 por cento.

Segundo as instituições, houve “reversão brusca das expectativas a partir de maio deste ano, com redução significativa das projeções” para o desempenho da economia medido pela variação do Produto Interno Bruto (PIB).

O corte na projeção representa uma redução de 914 megawatts médios em carga neste ano na comparação com a previsão anterior. Em 2019, o corte foi de 1.079 megawatts médios. No último ano da previsão, 2022, a carga estimada agora é 1.277 megawatts médios abaixo do visto anteriormente.

Por Luciano Costa

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below