August 1, 2018 / 2:30 PM / 2 months ago

Smiles discute recompra de ações, reitera expectativas para o ano

SÃO PAULO (Reuters) - A possibilidade de promover uma recompra de ações tem sido discutida pela Smiles, mas ainda não há decisão tomada, disse nesta quarta-feira o diretor financeiro e de relações com investidores da empresa, Marcos Pinheiro.

Segundo o executivo, o preço das ações, que acumulam queda de quase 30 por cento no ano, abre a oportunidade para decidir sobre um plano de recompra.

Em teleconferência para comentar os resultados do segundo trimestre da empresa que administra redes de fidelidade de clientes, o executivo não especificou um momento para que a empresa defina sobre uma recompra de ações, afirmando apenas que pode acontecer no próximo ano ou antes.

“Não existe rigidez de que isso deva ser decidido só ano que vem. Pode acontecer antes”, disse Pinheiro.

Às 11:59, as ações da Smiles subiam 0,94 por cento, anulando as perdas vistas mais cedo, quando chegaram a cair mais de 4 por cento na mínima da sessão.

Sobre o resultado do período de abril a junho, o presidente da Smiles, Leonel Andrade, disse que o lucro do período, de 114,2 milhões de reais, não foi satisfatório e que a empresa trabalha para melhorar o resultado.

O presidente da empresa reafirmou ainda a expectativa para o ano, divulgada em março. Na ocasião, a companhia previa alta de 10 a 16 por cento na receita líquida em 2018. A Smiles espera ainda crescimento de 12 a 18 por cento no faturamento bruto este ano.

“Todo guidance divulgado permanece o mesmo... Vamos entregar igual ou melhor do que foi colocado”, disse Andrade.

O executivo destacou que o plano de crescimento da companhia não contempla aquisições e que no momento não há nenhuma empresa no radar para ser comprada pela Smiles.

“Neste momento não existe absolutamente nada de M&A (fusão e aquisição) e não existe nenhum alvo para ser adquirido”, disse Andrade, acrescentando que a Smiles tem “eficiência muito forte” e não vê outra empresa que ajude a melhorar sua eficiência.

Andrade afirmou que a companhia tem uma meta de crescimento sustentado nos próximos cinco anos e que o plano de expansão da empresa reforça o foco em turismo e viagem.

ARGENTINA

Sobre o início das operações na Argentina, o presidente da Smiles disse que a companhia já iniciou recrutamento no país e possui acordos com agentes locais, dando andamento ao processo burocrático para constituir a empresa local.

A expectativa é que a Smiles esteja operacional na Argentina no final de 2018, começando a faturar na virada do ano.

“Ainda não vou falar de guidance, mas a gente está bem adiantado em acordos, com portas muito abertas”, afirmou Andrade.

Para 2019, o executivo disse que a prioridade é a implantação e a consolidação da operação na Argentina e, “provavelmente, partir para outro país”.

“Existem dois ou três próximos passos definidos, mas a gente vai falar sobre isso no momento correto”, ressaltou Andrade.

Por Flavia Bohone

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below