August 14, 2018 / 1:53 PM / 3 months ago

Risco de Brexit sem acordo está aumentando e "todos precisam se preparar", diz ministro britânico

Ministro britânico de Relações Exteriores, Jeremy Hunt 14/08/2018 LEHTIKUVA/Vesa Moilanen/via Reuters

HELSINQUE (Reuters) - O risco de um Brexit sem acordo vem aumentando e a comissão da União Europeia precisa mudar sua atitude se o objetivo for alcançar um acordo com o Reino Unido sobre a saída do país do bloco, disse o ministro britânico das Relações Exteriores, Jeremy Hunt, nesta terça-feira.

“Todo mundo precisa se preparar para a possibilidade de um Brexit caótico sem acordo”, disse Hunt a repórteres em Helsinque.

Com menos de oito meses até o Reino Unido deixar a União Europeia, o governo britânico ainda não chegou a um acordo de separação com Bruxelas e intensificou o planejamento para uma possibilidade de separação do bloco sem qualquer acordo formal.

“Eu acho que o risco de um Brexit sem acordo vem aumentando recentemente... não há absolutamente nenhuma garantia de que vamos conseguir um acordo”, disse Hunt após uma reunião com o ministro finlandês de Relações Exteriores, Timo Soini.

“Mas isso não é o que ninguém quer, e espero muito que encontremos uma maneira de evitar isso,.. O governo britânico tem feito tudo que é possível para evitar esse resultado”, disse.

“Precisamos ver uma mudança na abordagem da Comissão Europeia.”

Tanto Londres quanto Bruxelas dizem que querem um acordo de separação no Conselho da União Europeia em 18 de outubro, mas diplomatas acham que a data é otimista demais. O negociador da UE para o Brexit, Michel Barnier, rejeitou elementos-chave das novas propostas comerciais da primeira-ministra britânica, Theresa May, no mês passado.

Os economistas dizem que o fracasso em concordar quanto aos termos causaria sérios danos à quinta maior economia do mundo, já que o comércio com a União Europeia, que é o maior mercado do Reino Unido, estará sujeito a tarifas.

Defensores do Brexit dizem que pode haver problemas a curto prazo para a economia, mas que a longo prazo, o país prosperará quando for libertado da UE. Enquanto isso, algumas autoridades estão pressionando para que haja uma reprise do referendo de 2016.

Reportagem de Anne Kauranen; Escrita por Jussi Rosendahl

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below