December 7, 2018 / 4:57 PM / 5 days ago

Ações de tecnologia pressionam Wall Street, ofuscando dados de emprego

(Reuters) - Uma queda nas ações de tecnologia pesava sobre Wall Street nesta sexta-feira, ofuscando os fortes preços do petróleo e um relatório de empregos EUA que reduziu as apostas de futuros aumentos de juros sem alimentar temores de uma desaceleração econômica.

Pedestres caminham em Wall Street, em Nova York 02/04/2018 REUTERS/Shannon Stapleton

Às 14:48 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 1,27 por cento, a 24.631 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 1,444389 por cento, a 2.657 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 1,82 por cento, a 7.057 pontos.

A criação de vagas de trabalho nos Estados Unidos desacelerou em novembro e os salários subiram menos que o esperado, sugerindo alguma moderação na atividade econômica que pode dar sustentação às expectativas de menos aumentos da taxa de juros pelo Federal Reserve em 2019.

Os dados ajudaram os futuros dos índices a reduzirem acentuadamente as perdas e até mesmo elevaram o mercado em um momento.

“Neste ponto, as pessoas estão mais preocupadas com o Federal Reserve. Então, isso dá mais munição para o Fed não se mover e meio que recuar”, disse Joe Saluzzi, co-gerente de negociação da Themis Trading.

“É esse bom equilíbrio que sempre procuramos. Acho que esse número é na verdade um bom número, mostra que há um número de empregos positivos, mas não é bom demais”.

Após a divulgação dos dados, os investidores continuavam a apostar que o Fed vai aumentar a taxa de juros pela quarta vez em 2018 no final deste mês, mas reduziam ligeiramente as expectativas para o aumento no ano que vem que os mercados estão esperando.

O salto de mais de 4 por cento nos preços do petróleo também contribuía com o mercado, depois que grandes produtores do Oriente Médio da Opep concordaram em limitar a produção para reduzir os estoques globais de combustível e apoiar o mercado.

O setor de energia saltava 2,25 por cento - liderando os ganhos entre os 11 principais setores do S&P. O índice de materiais subia 1,02 por cento.

Mas o setor de tecnologia recuava 1,02 por cento, com a Apple e a Microsoft caindo mais de 1 por cento e pesando sobre o S&P e o Nasdaq.

Reportagem adicional de Jennifer Ablan

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below