December 13, 2018 / 12:11 PM / in a month

IEA vê oferta global de petróleo apertando mais rapidamente em 2019

Sonda de petróleo no oceano 06/09/2018 REUTERS/Pilar Olivares

LONDRES (Reuters) - O mercado global de petróleo pode entrar em déficit mais cedo do que o esperado graças ao acordo de produção da Opep com a Rússia e à decisão do Canadá de cortar a oferta, disse a Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

A IEA, com sede em Paris, manteve sua previsão para o crescimento da demanda global por petróleo de 2019 em 1,4 milhão de barris por dia, inalterada em relação à sua projeção no mês passado, e disse que espera um crescimento de 1,3 milhão bpd este ano.

A incerteza sobre a economia global decorrente das tensões comerciais entre EUA e China pode prejudicar o consumo de petróleo no próximo ano, à medida que o crescimento da oferta aumenta o ritmo.

“Para 2019, nossa perspectiva de crescimento da demanda permanece em 1,4 milhão de bpd, embora os preços do petróleo tenham caído consideravelmente desde o pico do início de outubro”, disse a IEA.

“Parte do apoio proporcionado pelos preços mais baixos será compensado pelo crescimento econômico mais fraco globalmente e, particularmente, em algumas economias emergentes.”

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo concordou na semana passada com Rússia, Omã e outros produtores para cortar a produção de petróleo em 1,2 milhão de bpd a partir de janeiro para conter uma acumulação de estoques de combustível não utilizados.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below